Nonô vence batalha com Casagrande e triunfa em Santa Cruz do Sul.

Fotos: Eduardo Petroni.

 

Líderes andaram colados a corrida toda, bastante movimentada. Campeonato embola mais uma vez, mostrando a competitividade da Copa Petrobras de Marcas.

A Copa Petrobras de Marcas realizou ontem, domingo (5), em Santa Cruz do Sul (RS) a segunda corrida da terceira etapa da temporada 2016. E se no sábado foi o dia da Renault comemorar no alto do pódio com Guilherme Salas, o domingo foi do Chevrolet Cruze de Nonô Figueiredo, que tomou a ponta ainda na primeira volta ao ultrapassar o Fluence de Willian Starostik e pelas 18 voltas da prova teve de suportar a pressão de Gabriel Casagrande.

A prova foi bastante movimentada, a começar pela largada. Com o oitavo lugar de Renan Guerra no sábado, seu parceiro de condução e estreante Ricardo Gargiulo largou da pole position. Sua liderança, no entanto, não durou até a primeira curva: um toque dado pelo Honda Civic de Gustavo Martins em seu Chevrolet Cruze o relegou às posições finais.

Bom para o trio Starostik/Figueiredo/Casagrande, que passaram incólumes pela confusão. Nonô passou Willian e logo Gabriel fez o mesmo para colocar pressão sobre o piloto da Onze Motorsports. No meio do pelotão, os Honda tentavam subir mais posições visando pontos no campeonato, o mesmo com Guilherme Salas, vencedor de sábado.

Nonô e Casagrande abriram margem sobre Starostik e fizeram uma briga particular pela vitória. A diferença entre o Chevrolet e o Renault não superou um segundo, sempre variando entre 0s3 e 0s7.

Figueiredo, que conquistou sua segunda vitória na Copa Petrobras de Marcas, falou sobre sua obrigação de não errar. “O Casagrande me pressionou a corrida inteira. Consegui perceber os pontos onde o Gabriel era mais rápido e onde eu era melhor. Então tudo que fiz foi tentar me proteger e não cometer erros – o que aqui em Santa Cruz é muito fácil devido ao alto desgaste dos pneus. Então deu tudo certo”, disse Nonô, que sobe da sexta para a quarta posição do campeonato, empatado em 79 pontos com Vicente Orige.

“Foi uma corrida bem difícil – mais do que pareceu olhando de fora. Passei limpo pela largada, depois ultrapassei o Starostik. Acho que aí valem os parabéns pela forma como alguns pilotos têm se comportado na pista, e o incluo pela forma limpa com que vem disputando. Em Goiânia também lutamos na pista e ele foi muito leal”, elogiou Nonô o oponente que terminou a prova na terceira colocação.

Marcio Basso companheiro de equipe de Nonô na Onze Motorsports terminou a prova na 13a colocação. A próxima etapa da Copa Petrobras de Marcas acontece no circuito de Tarumã, localizado na cidade de Viamão (RS), nos dias 25 e 26 de junho.

Resultado Corrida 2:
1-) 11 Nonô Figueiredo - Onze Motorsports
2-) 83 Gabriel Casagrande
3-) 31 Willian Starostik
4-) 17 Daniel Kaefer
5-) 1 Thiago Marques
6-) 28 Carlos Souza
7-) 43 Vicente Orige
8-) 57 Felipe Tozzo
9-) 0 Gustavo Martins
10-) 21 Guilherme Salas
13-) 12 Marcio Basso - Onze Motorsports

Classificação do campeonato de PILOTOS:
1-) Gustavo Martins (Honda Civic) – 96 pontos
2-) Gabriel Casagrande (Renault Fluence) – 94
3-) Thiago Marques (Toyota Corolla) – 88
4-) Nonô Figueiredo (Chevrolet Cruze) – 79
5-) Vicente Orige (Honda Civic) – 79
6-) Daniel Kaefer (Honda Civic) – 73
7-) Willian Starostik (Renault Fluence) – 60
8-) Carlos Souza (Honda Civic) – 58
9-) Guilherme Salas (Renault Fluence) – 45
10-) Renan Guerra (Chevrolet Cruze) – 45
13-) Marcio Basso (Chevrolet Cruze) – 20

     
 

Atualizado em fevereiro/2016